Pesquisar este Blog

terça-feira, 5 de abril de 2016

Quando é Preciso Dizer Não!


Respondendo à pergunta da C.R.P.L.

Pergunta:
estou , muito triste comigo mesmo nao sei dizer nao as pessoas e sofro pois eu nao queria ser assim queria se feliz e nao sou.

Resposta:

Boa tarde, C.!
Como vai? Obrigada por entrar em contato. Bom, minha irmã vou tentar ser o mais clara possível!

Sabe, sei que tenta agradar aos outros com essa atitude, e por isso já deve ter percebido o quanto essa forma de agir, dizer sim quando quer dizer não, pode causar dor e sofrimento. Isso acontece porque quando agimos assim estamos desrespeitando a nós mesmos, nos desvalorizando, negando a nós mesmos o direito de escolha, não dando a importância merecida as nossas vontades, aos nossos desejos, aos nossos sentimentos; é preciso aprender a dizer NÃO! 

Mas veja, os outros não são culpados por isso, provavelmente você não foi forçada a nada, foi você quem deixou que a vontade dos outros se sobrepujassem sobre as suas, deixou que a sua vontade se debilitasse. Aí que entra a questão do amor-próprio. Quando nossa vontade não é bastante forte, quando não nos amamos, sem perceber acabamos deixando que os outros decidam por nós, porque não temos vontade o suficiente pra gerir a nossa própria vida, quando damos conta já estão escolhendo o que devemos vestir, como devemos agir, o que falar, o que comer, estão decidindo o nosso futuro, o que acham que é melhor pra nós, nos pedindo favores absurdos porque acham que seus problemas são mais importantes que os nossos... Sem nenhum exagero, se não aprendermos a nos impor, a dizer não e fazer valer a nossa vontade, os outros passam por cima mesmo! Já ouviu aquele ditado: "quem tenta agradar aos outros, desagrada a si mesmo"? Então minha querida, é mais ou menos por aí! Por mais que amemos alguém, não devemos deixar que esse alguém nos comande, que nos domine. Os sentimentos dos outros são importantes e devem ser levados em consideração, mas não são mais importantes que os nossos, suas vontades não são mais importantes que as nossas vontades. Jesus disse: "Amai ao próximo como a si mesmo." Então ele também falou da importância de nos amarmos, porque só quem ama a si mesmo pode amar verdadeiramente outra pessoa. Só o amor e o autoconhecimento podem nos levar a realização pessoal, e consequentemente à felicidade.

Amor próprio não é defeito, é antes amar a si mesmo, valorizar a sua existência, respeitar seus limites, se aceitar exatamente como é, reconhecer suas qualidades e defeitos, se conhecer e gostar do que vê, se perdoar quando preciso. Deus não exige nada de nós, somos nós quem estamos o tempo todo a nos cobrar, não somos perfeitos e Deus sabe e respeita nossa condição, nos ama incondicionalmente, nos criou com desvelado carinho e alegria, então porque não nos amarmos também? A natureza não dá saltos, há a hora de plantar, de germinar, de regar, crescer e só então colher, conosco não é diferente, precisamos de tempo e Deus respeita o nosso tempo. Por hora, preocupe-se com você, desenvolva o amor próprio.

Aprenda a dizer não. Se você não quer algo, diga não. Se não concorda com algo, diga não. Se você não quer participar, falar, fazer algum favor, apenas diga não. Não brigue e nem se perca em mil justificativas, seja você mesma, trace limites, respeite esses limites e faça com que os mesmos sejam respeitados. Dizer não, não é ofensa, é apenas uma resposta negativa. Isso não é orgulho, você não se torna alguém orgulhosa e vaidosa só porque não faz o que querem de você. Assim como você não se torna humilde e abnegada ao fazer o que os outros desejam. Humildade não tem nada a ver com auto anulação. É comum confundir humildade com humilhação. Não devemos nos humilhar com o intuito de que nos amem mais ou de que sejamos reconhecidos, ou por medo de que percamos o amor dos outros. Quem a ama irá entender e respeitar, e igualmente irá querer seu bem e equilíbrio. Humildade é se reconhecer exatamente como é, nem mais nem menos; mais é presunção, menos é falsidade. Humilde é ser quem somos, assumindo nossos defeitos e qualidades. Tomemos Jesus como exemplo, ele nunca se vangloriava, mas também não se desvalorizava. Quando um de seus discípulos o chamou de Bom Mestre ele respondeu: "bom é meu Pai que está no céu". Não aceitou a qualificação de bondoso, embora fosse dono de coração boníssimo, achava que isso era um atributo de Deus. Mas o título de Mestre ele não contestou.

Não dê mais importância aos outros que a você mesma, ninguém tem o direito de passar por cima de você. Procure sempre melhorar-se, se conhecer, crescer e aprender. É seu dever, mas faça valer a sua vontade. Você é responsável por suas decisões, tenha sido você ou outro a escolhê-las. Determine bons pensamentos, diga não aqueles que não servem para você, que lhe fazem mal, que lhe abalam a vontade. Não se violente mais com sentimentos de impotência. Só você pode mudar esta situação e fazer algo por si mesma.

Ore sempre, peça forças a Deus pra retomar as rédeas da sua vida, faça apenas o que a faz bem e lhe deixa feliz. 

Que a Paz do Senhor Jesus Cristo a acompanhe.
Abraços fraternos.


“Os guerreiros se preparam para serem conscientes, e a total consciência vem a eles somente quando não há mais nenhuma auto-importância restando neles. Somente quando eles são nada é que eles se tornam tudo.” Carlos Castaneda